• ARARI
  • NOTÍCIA
  • EXPRESSÃO
  • CIÊNCIA
  • 12/01/2014

    Pesquisa afirma que cafeína pode ajudar cérebro a fixar memórias.

    Postado em 12.1.14  | No marcador  Ciência  |  Deixe seu comentário»

    Amantes de uma boa xícara de café acabam de ganhar mais um argumento em favor dessa bebida. Isso porque um estudo conduzido por pesquisadores nos Estados Unidos, confere à cafeína a propriedade de consolidar memórias no cérebro. A atuação da cafeína como fixador de memórias foi identificada por meio de experimentos que envolveram 100 pessoas.
     
    No primeiro experimento, os participantes assistiram à uma exibição de imagens. Logo após a tarefa, metade deles ingeriu uma pílula com 200 miligramas de cafeína, enquanto os outros 50 participantes ingeriram uma pílula inócua, sem nenhuma substância (um placebo).

    No dia seguinte à exibição das primeiras imagens, ocorreu mais um experimento: dessa vez, os 100 participantes assistiram a mais uma exibição de imagens. Só que nessa etapa, as imagens vistas no dia anterior apareceram misturadas a novas imagens.

    Os participantes, então, tinham de classificar as imagens que viam como "novas", "velhas" ou "semelhantes às primeiras fotos vistas".

    O desempenho dos 100 voluntários mostrou aos cientistas que aqueles que haviam ingerido a pílula de cafeína tinham mais capacidade de apontar com exatidão quais imagens haviam de fato sido vistas no dia anterior (as "velhas") e quais apenas se pareciam com as que já tinham sido vistas.

    Já os participantes que tomaram o placebo tendiam a apontar de forma errada as imagens, dizendo que as fotos parecidas eram as que haviam sido vistas no primeiro experimento.

    A pesquisa afirma que antes de garantir que a cafeína seja capaz de consolidar memórias serão necessários mais testes. Segundo o texto do estudo, doses inferiores a 200 miligramas de cafeína não surtiram o mesmo efeito. A cafeína também não ajudou a consolidar memórias quando ingerida apenas uma hora após a aplicação do primeiro teste.


    uol

    2 comentário(s):

    10/01/2014

    Prefeitura de Arari anuncia abertura de uma agência do SINE.

    Postado em 10.1.14  | No marcador  Arari  |  Deixe seu comentário»

    O Prefeito Djalma Melo recebeu nesta manhã (10) o Secretário de Estado do Trabalho e Economia Solidária, José Antônio Heluy, que anunciou a abertura de uma agência para cadastro Sistema Nacional de Emprego em Arari.

    O Município de Arari será o primeiro da Baixada a receber as atividades de intermediação para o trabalho, as ações são desenvolvidas em parceria com municípios e outras instituições, através da Agência de Trabalho do Sine.

    Para ofertar as vagas pelo Sine, a Secretaria de Estado do Trabalho possui parceria junto a empresas cadastradas, que não pagam qualquer ônus pelos serviços oferecidos pelo Sine, tais como banco de currículos, seleção profissional, disponibilização de espaço para processos seletivos e/ou treinamentos profissionais.

    José Antonio Heluy elogiou a iniciativa do governo municipal em buscar essa parceria, frisou que Djalma é um dos poucos prefeitos preocupados em discutir uma política tão essencial quanto essa. Heluy agradeceu também o apoio de Álvaro Jardim, Secretario de Assistência Social, por estar o tempo todo envolvido e provocando a abertura da agência em Arari.

    Acompanhado pelo Vice Prefeito Zeca de Amério, os Vereadores João de Padeiro, Raimundo do Hospital e Luciano Odesse, Djalma Melo agradeceu a parceria do Estado e confirmou o empenho do governo em garantir políticas que de fato possam melhorar a qualidade de vida dos ararienses. A partir da próxima terça feira (14) o município receberá a primeira ação, a seleção e o recrutamento e trabalhadores para a usina de Belo Monte no Pará.

    0 comentário(s):

    09/01/2014

    Último raio de sol.

    Postado em 9.1.14  | No marcador  Expressão  |  Deixe seu comentário»


    Quando o sol se por, quero estar com você, sentir os últimos raios da luz do dia ao seu lado.

    Sentir as ondas sem que estas toquem nós dois.

    Teu corpo curvado sobre o meu.

    Receberemos juntos a noite, envolvidos como um só.

    Perguntarão aos céus sobre o encanto que nos envolvera, diremos, então, amor.

    Deixaremos os frascos aos que podem ver, e o aroma aos tantos outros.

    Contarei aos incrédulos do que sinto, tentarei explicar aquela tal razão para amar.

    Ainda que seja eterna ao teu lado, a vida será breve para dizer que...

    Eis aqui um servo desse algoz, aquele que decepou meu coração e pôs em teus braços.

    Cuida dele.

    Cuida desse que não possuo mais.

    Vamos sentir o último raio do sol, teu corpo curvado sobre o meu e sentir o cheiro de...

    Ailton Barros

    0 comentário(s):

    08/01/2014

    ONU pede 'investigação imediata' de violência e mortes em presídio do Maranhão

    Postado em 8.1.14  | No marcador  Notícia  |  Deixe seu comentário»

    A ONU (Organização das Nações Unidas) pediu uma "investigação imediata, imparcial e efetiva" em relação às recentes cenas de violência e decapitação no presídio de Pedrinhas, no Maranhão.

    Questionado pela sobre as imagens reveladas ontem pelo jornal, o Alto Comissariado para os Direitos Humanos da ONU disse, por meio de nota, "lamentar mais uma vez" a preocupação com o que classifica de "terrível estado" das prisões brasileiras.

    No vídeo, filmado pelos próprios detentos com um celular, presos mostram em detalhes três rivais decapitados. Diante das câmeras, os detentos comemoram as mortes e se divertem exibindo as cabeças cortadas.

    "Lamentamos ter que, mais uma vez, expressar preocupação com o terrível estado das prisões no Brasil e apelar às autoridades a tomar medidas imediatas para restaurar a ordem na prisão de Pedrinhas e em outras prisões pelo país, bem como para reduzir a superlotação e oferecer condições dignas para pessoas privadas de liberdade", disse o Alto Comissariado para os Direitos Humanos, órgão sediado em Genebra (Suíça).

    Sobre as imagens, a ONU respondeu: "Apelamos às autoridades brasileiras para realizar uma investigação imediata, imparcial e efetiva dos fatos e processar as pessoas consideradas responsáveis".

    O Alto Comissariado para os Direitos Humanos é a instância máxima das Nações Unidas no combate à violação dos direitos humanos pelo mundo.

    "Estamos incomodados por saber das conclusões do recente relatório do Conselho Nacional de Justiça, revelando que cinquenta e nove detentos foram mortos em 2013 no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão, assim como as últimas imagens de violência explícita entre os presos libertados", disse.

    Ontem, governo do Maranhão classificou as imagens da decapitação de presos como "um ato de completa selvageria". A gestão de Roseana Sarney (PMDB) também criticou a divulgação do vídeo.

    uol

    0 comentário(s):

    Copyright © 2013 Traduzido por Template Para Blogspot de BloggerTheme9
    Personalizado por dri chaves.
    back to top